Portugal, road trips

ROAD TRIP-ILHA DA MADEIRA

Há muito tempo que pensávamos um dia poder visitar a ilha da Madeira, em Dezembro de 2009 surgiu a oportunidade e percorremos a ilha (quase) toda em 4 dias e 3 noites.

Descoberta pelos navegadores portugueses Tristão Vaz Teixeira, João Gonçalves Zarco e Bartolomeu Perestrelo em 1419, apelidaram-na de “Madeira” devido à quantidade abundante de floresta existente. Tendo reparado nas enormes potencialidades do território, logo nos anos seguintes procedeu-se à sua colonização.

“No início do seu povoamento foram introduzidas algumas culturas agrícolas como a cana-de-açúcar, que rapidamente conferiu à metrópole funchalense uma franca prosperidade económica. Este facto levou a que na segunda metade do século XV, a cidade do Funchal tenha se tornado num porto de escala obrigatório para as rotas comerciais europeias.
 
Os séculos XVII e XVIII ficaram marcados pelo aparecimento de uma nova cultura que impulsionaria novamente a economia da Madeira: o vinho.
 
Ao longo dos séculos XIX e XX, a Madeira floresceu para o nascimento do sector turístico, tornando-se rapidamente numa referência obrigatória para a aristocracia europeia que aqui fixou residência temporária, atraída pelas qualidades terapêuticas naturais da ilha.
Em  1976, a Madeira passou a ser uma Região Autónoma da República Portuguesa, ganhando assim poder legislativo.” in site: visitemadeira.pt

 

Apelidada carinhosamente pelos portugueses de a “Pérola do atlântico” são várias as razões que fazem deste destino um local fabuloso para passar férias. Além de outros decidimos destacar cinco:

 

  • LEVADAS: Começadas a construir no séc.XVI as levadas são canais de irrigação que se encontram por toda a ilha que tinham (e têm) como objectivo trazer a água que abunda no Norte da ilha para as zonas mais a Sul. Com maior ou menor dificuldade é possível percorrer várias a pé, permitindo-lhe aceder ao interior da ilha, onde irá deparar-se com lindas paisagens de montanha. Tome nota que algumas têm um maior risco de queda devido á maior altitude e humidade no percurso. A que nós escolhemos foi a Levada do Caldeirão Verde, pode aceder a informação aqui.
  • FLORESTA LAURISSILVA: A floresta Laurissilva da Madeira é um tipo de floresta húmida subtropical composta na sua maioria por árvores da família das lauráceas. A Madeira partilha este tipo de floresta com as Canárias (Espanha), Açores e Cabo Verde. É na Madeira que se encontra a sua maior mancha, considerada em 1999 Património da UNESCO. A melhor forma de ficar a conhecer esta floresta é escolhendo fazer uma das levadas que a cruzam.
  • GASTRONOMIA: Desde, Carne de vinha d’alhos, espetada de carne de vaca em pau-de-louro, o famoso Bolo do Caco com manteiga de alho passando pelos sempre fresquíssimos bifes de atum, tudo “regado” com poncha e finalizado com um vinho Madeira acompanhado do rico e tradicional Bolo de Mel, a gastronomia Madeirense é mais um dos fortes motivos que o farão visitar a ilha. Prove tudo !
  • EVENTOS: Neste tópico não podemos falar por experiência vivida, no entanto a Madeira também é muito conhecida por eventos inesquecíveis. São eles: o Carnaval, a Festa da Flor ( Abril/Maio) e como não poderia deixar de ser a passagem de ano com o seu fogo de artifício já considerado várias vezes “o melhor do mundo”.
  • PRAIA DA ILHA DE PORTO SANTO: A Madeira não é só uma ilha, é um arquipélago. No entanto apesar da ilha da Madeira  estar rodeada de mar por todos os lados não tem uma praia propriamente dita. Se quer praia não há problema, bem pertinho, na ilha de Porto Santo (acessível por barco no porto do Funchal) vai encontrar 9km de praia com areia fininha e dourada!
 À  excepção dos eventos que podem não coincidir com a data da sua visita ao arquipélago, é perfeitamente possível absorver um pouquinho de todos estes itens atrás referidos em 4 dias, mas para isso aconselhamos alugar um carro, ora tome nota:

 

1ºDIA-Chegada/aluguer da viatura e PICO DO AREEIRO

 Chegámos a meio da manhã e fomos logo em direcção ao nosso alojamento, previamente online tinha alugado carro 3 dias, tinha sido combinado também com a agência irem levá-lo ao hotel, formalidades cumpridas decidimos almoçar tranquilamente e a seguir ao almoço visitar o Pico do Areeiro onde a 1818 metros de altitude podemos avistar o maciço central da ilha, ter vistas maravilhosas do mar e ainda fazer uma caminhada até ao ponto mais alto da ilha o Pico Ruivo com 1862m de altitude (No inverno poderá estar inacessível devido à queda de neve).
 
 Caminhada do Pico do Areeiro até ao Pico Ruivo

 

 
 A Carla aí tão pequeninaaaaa….

 

2ºDIAMANHÃ:JARDIM BOTÂNICO/ TARDE:LEVADA DO CALDEIRÃO VERDE
 O Jardim Botânico da Madeira está situado numa colina em jeito de anfiteatro a cerca de 4km do centro do Funchal. Pareceu-nos um bom local para visitar nessa manhã, e foi. Sítio tranquilo, que alberga mais de 2500 plantas oriundas de todos os continentes, centenas de aves exóticas e muitas centenas de espécies indígenas da região. Tem também um teleférico que dá uma perspectiva  mais abrangente do jardim, mas optámos por não fazer. O bilhete custou em 2009 3 €.

 

LEVADA DO CALDEIRÃO VERDE:
Foi boa opção fazê-la de tarde pois assim ajudou à digestão do almoço. Escolhemos a Levada do Caldeirão Verde. Como referi, há muitas na Madeira, escolhemos esta fundamentalmente por nos ter dado a ideia pela pesquisa que fizemos na internet de que seria muito bonita e de fácil acesso. Escolhemos bem, dado os nosso fracos pergaminhos em caminhada à época. Vai parecer que está em plena era Jurássica com a humidade e abundante vegetação !

 

 

 

 

3ºDIA-MANHÃ:SANTANA E PARTE NORTE DA ILHA
              TARDE:CURRAL DAS FREIRAS/VISITA A ADEGA BLANDY’S
Este dia foi bastante preenchido. De manhã fizemos uma “road trip” pela parte norte da ilha e parámos na típica aldeia de Santana. Em Santana basicamente o que temos para ver (além das paisagens sempre mescladas entre mar e montanha) são as tradicionais casinhas em forma de triângulo cobertas de palha.

 

 

Vista sobre a parte Norte da Ilha

 

TARDE- VISITA ÀS CAVES E ADEGA DO VINHO MADEIRA BLANDY

 

(Foto autoria cm-funchal.pt)
A par do vinho do Porto, o vinho Madeira é dos nossos produtos mais conhecidos a nível mundial. Achamos muito importante conhecer um pouco da história deste vinho que cruza em simbiose perfeita com a história da ilha. Aconselhamos a visita ao Blandy’s por ser uma das famílias mais antigas a produzir o vinho Madeira. A visita inclui degustação e teve um preço de 5€ pessoa. Foi muito interessante.

 

“Bebidas” as provas aproximava-se a hora de jantar, fomos até ao restaurante Abrigo do Pastor, situado na estrada que vai em direcção ao Pico do Areeiro.
 Chegámos cedo, mas tinha poncha…nunca tínhamos bebido poncha. E o que é afinal a poncha? É uma bebida tradicional feita com aguardente da cana de açúcar, açúcar e sumo de limão. Há variantes com sumos de maracujá ou laranja, mas a nossa preferida foi a original. E se foi…Quando fomos jantar já estávamos…bebidos.
Notam alguma alteração fisiológica? hahahah

 

Procurámos encher bem o “bandulho” para ver se o efeito da poncha passava, mas também bebemos vinho…bem, correu tudo bem, chegámos a casa, isto é ao hotel sãos (não muito) mas salvos.

 

4ºDIA-FUNCHAL
No último dia tínhamos reservado um passeio pela maior cidade da ilha, o Funchal. Tínhamos voo pra Lisboa à tarde, não poderia ser um passeio muito exaustivo. Foi o possível. Visitámos o Mercado dos Lavradores onde realçamos a quantidade de frutinha boa à venda, e na parte do peixe enormes atuns aguardavam pelos seus compradores. Ainda tivemos um tempinho para ir molhar os pezinhos no atlântico em Dezembro !!

 

Praia do Funchal

 

 

Antiga capela no centro do Funchal

 

Esperamos que tenham gostado e ficado com uma ideia do que é este lindo arquipélago, visite a Madeira !
Boas viagens!

 

O NOSSO “ROAD TRIP”-ILHA DA MADEIRA

20 Comments

  • Reply

    Carla Mota

    28 Janeiro, 2017

    Há muito que programo uma viagem à Madeira mas a verdade é que acaba sempre por ficar para mais tarde. As levadas são as coisas que mais me atraem na ilha mas estou a ver que não faltam motivos para conhecer.

    • Reply

      projecto100rota

      28 Janeiro, 2017

      Se apostares na poncha vais ver que até a levada se faz melhor hahahaha, Obrigado Carla, boas viagens !

  • Reply

    Andrea

    28 Janeiro, 2017

    Poxa, q bacana….esse post veio bem a calhar….estarei lá ainda esse ano e anotei tudinho….

    • Reply

      projecto100rota

      28 Janeiro, 2017

      OlÁ Andrea ainda bem, boa viagem !Obrigado.

  • Reply

    Passaporte com Pimenta

    28 Janeiro, 2017

    Adoro esse tipo de passeio: conhecer a ilha em 3 dias! Conhecer os países pequenos de carro e por aí vai, acredito que só assim conhecemos de fato um destino. =D

    Com tanta praia bonita e as casinhas com telhados de palha, a ilha entrou pra minha lista =D

    • Reply

      projecto100rota

      28 Janeiro, 2017

      Ainda bem que a Madeira entro para a lista, a ilha é muito bonita !Obrigado !

  • Reply

    Documentar o Mundo

    28 Janeiro, 2017

    Olá Francisco: este post veio mesmo a calhar. Estou a planear uma viagem à Madeira e vai ser uma grande ajuda. a primeira vez que andei de avião fui em criança numa viagem ao Funchal e ver estas imagens fez-me recordar algumas coisas que na altura visitei.

    • Reply

      projecto100rota

      29 Janeiro, 2017

      Ainda bem que posso ajudar! Agora é bem mais tranquilo aterrar no funchal hehehe a pista é mais comprida o que dá algum jeito aos pilotos hehehe, Boa viagem !

  • Reply

    Flávia Donohoe

    28 Janeiro, 2017

    Ilha da Madeira é um desses lugares fantásticos que tenho que dar um jeito de conhecer. Um grande amigo morava aí e sempre me mandava postais, inclusive tenho alguns dessas casinhas coloridas, é um lugar que quero muito ir em alguma época da minha vida! As fotos estão adoráveis! abraços

    • Reply

      projecto100rota

      29 Janeiro, 2017

      Obrigado Flávia, tem de conhecer a Madeira é muito bonita !Obrigado e boas viagens !

  • Reply

    Klécia

    29 Janeiro, 2017

    Adoro road trips! esse teu roteiro pareceu cobrir boa parte da ilha! E que cenários lindos! achei incrível a vista do Pico do Areeiro até ao Pico Ruivo. A caminhada com certeza compensou no final, com toda aquela beleza!

    • Reply

      projecto100rota

      7 Fevereiro, 2017

      Sim é muito bonito Klécia!

  • Reply

    Marta Chan

    29 Janeiro, 2017

    Mas que road trip mais bacana =) vou guardar nos preferidos e tudo. Tiveram em sitios tão bonitos, parece que gostam muito de natureza, eu tambem . Ah e nao podia faltar a poncha, Carla estás com boa cara… ainda hehe sempre que vou ao avante vou à barraca da Madeira beber a poncha deliciosa.

    • Reply

      projecto100rota

      7 Fevereiro, 2017

      Ah obrigado Marta!! A Carla apanhou…um pifezinho aquilo engana, o raio da poncha hahaha sim gostamos muito de natureza! Boas viagens!

  • Reply

    Dayana

    30 Janeiro, 2017

    Road trip interessantérrima. Lugares maravilhosos! Fiquei impressionada e estimulada a conhecer a ilha. Especialmente durante os eventos especiais. Fiquei curiosa para descobrir sobre essa Festa da Flor… 🙂

    • Reply

      projecto100rota

      7 Fevereiro, 2017

      Obrigado Dayana, a Madeira é uma ilha muito legal!!

  • Reply

    Katarina Holanda

    30 Janeiro, 2017

    Que lugar lindo! Nessa primeira foto do pico, as nuvens parecem o mar. <3 Apesar de diminuir a visibilidade, eu amo dias nublados assim. Ótimo post!

    • Reply

      projecto100rota

      7 Fevereiro, 2017

      Obrigado Katarina, Boas viagens!

  • Reply

    Naiara Back de Moraes

    1 Fevereiro, 2017

    Da Ilha da Madeira só escuto boas coisas. Tenho tanta vontade de conhecê-la, mas sempre acabo indo para outros lugares de PT. Sempre tive a impressão que ela é um mundo a parte do país e pelo que conta e mostra nem parece que estamos falando de Portugal, neh?

    • Reply

      projecto100rota

      7 Fevereiro, 2017

      É isso mesmo Naiara é um mundo à parte do nosso Portugal, e temos alguns mundos à parte!! Boas viagens!

Deixe uma resposta