Browse Month by Agosto 2016
Marrocos

De Renault Clio até ao Sahara Marroquino

4936d-pa271250

Depois da nossa primeira viagem ao nosso “vizinho” do sul Marrocos, no mês de Abril de 2010 em que percorremos de carro, vindo de Portugal os principais pontos turísticos do país, ficámos com uma sensação de “água na boca”. Sentimos que faltava algo e estivemos lá tão perto.

Essa viagem foi como que uma introdução. Por isso, às vezes sentimos também vontade de voltar onde já fomos, o local pode não mudar, mas nós sim, estamos diferentes, e poderemos inclusive olhar para as mesmas coisas e ver agora algo completamente diferente, ou então, como já lá estivemos, o nosso olhar não se dispersa tanto e descobrimos detalhes invisíveis à luz do primeiro encontro. Continue Reading

Marrocos

TOUBKAL: Montanha mais alta do Norte de África, sem planear.

Força Carla! Está quase…!

Porventura não há um post nosso que dê mais sentido ao nome deste blog do que este.

Confuso ?

Na nossa 2ª viagem a Marrocos em que percorremos o país TOTALMENTE de transportes públicos e táxi, decidimos ao fim do 3º dia subir à montanha mais alta do norte de África, o Jbel Toubkal.

Sem pesquisa prévia, apenas uma leitura rápida no wikipédia e informações recolhidas junto do pessoal da Riad Matham no dia anterior. Siga, nem é tarde nem é cedo, é agora. Continue Reading

Ásia, Irão

Yazd

DIA 1

Chegámos a Yazd bem cedinho depois de uma longa viagem nocturna de autocarro desde Shiraz, tão cedinho aliás, que os táxis não estão ainda a trabalhar. Dormitamos nos bancos da gare rodoviária até o dia começar a mexer. Continue Reading

Espanha

Nerja: Verão no coração

nerja

Tal como prometido, após uma introdução sobre Nerja queríamos partilhar convosco mais acerca desta região do sul de Espanha na bela costa do sol na Andaluzia.

Nerja apesar de estar à beira mar, no seu lado norte está rodeada de montanhas, a Sierra Almijara y Tejeda, o que para nós é ouro sobre azul, temos pois praia e serra , o melhor dos dois mundos a um só passo!

Continue Reading

Irão

Persépolis: Império Persa, ascensão e queda.

 Ir a Shiraz e não visitar Persépolis (vídeo que explica em 3D) é como ir a Roma e não ver o Papa. Foi o que fizemos.

   Saímos cedo, eram 8 horas da manhã. Estávamos felizes por ter o privilégio de contemplar esta maravilha do império Persa.

   Apanhámos táxi partilhado desde Shiraz e demorámos cerca de 1 hora para percorrer os 60km. Continue Reading

Irão

Shiraz: Sedução, cultura e charme

Shiraz é “boa onda”

Foi uma longa espera a nossa pelo autocarro que nos conduziria a Shiraz (excelente vídeo)

Ao início da tarde com um calor brutal (49º-50º) lá partimos. Valha-nos que o ar condicionado do nosso transporte funcionava às mil maravilhas.

Quase 600km separam Ahvaz até à cidade que outrora foi capital, Shiraz. Continue Reading

Irão

Tchogha Zanbil: Património UNESCO debaixo de 49º

O velho ditado de que: “Quem corre por gosto não cansa…” não poderia ser melhor aplicado a este nosso dia no Irão.

   Depois de uma longa e “quente” viagem nocturna de 8 horas desde Kermanshah,

chegámos porventura ao destino mais improvável que se poderia ter.

   Primeiro pela zona em si, o Khuzestan, uma província no sul que faz fronteira com o golfo pérsico bem pertinho do Iraque. E depois pela altura do ano em que a visitámos, Agosto, em que as temperaturas oscilam “SÓ” entre os 35º à noite e os 49º (para não dizer 50º) durante o dia.

  E porquê então fazer este esforço e vir até aqui ? Resposta: Queríamos ver de bem perto um monumento que tínhamos visto na internet dias antes de partir, um Ziggurat. E o que é um Ziggurat ?

Os Ziggurat são templos em forma de pirâmide com vários níveis que se construíam na mesopotâmia, encontrando se aqui nesta zona um dos mais conhecidos o: Tchogha Zanbil.

   Posto assim, se calhar não trará grande entusiasmo, mas se lhe disser que foram construídas pelas primeiras grandes civilizações do nosso planeta (Elamitas) e que poderíamos ver ainda a sua escrita preservada nos tijolos do edifício, (inclusive tocar-lhe) isso sim, a nós, entusiasmava-nos.

Carla e panorâmica de Tchogha Zanbil

  Continue Reading

Irão

Curdistão Iraniano dia 2: A razão de ser desta foto

Temos ouvido vários viajantes dizer, que o que os fascina ou atrai mais num país, apesar dos monumentos ou paisagens são as suas gentes.

   Nunca até esta nossa experiência no Curdistão Iraniano tinha entendido realmente o que querem dizer…

Família Curda, esse perigoso povo…

Tínhamos descansado e refrescado o corpo com um duche. Agora era encontrar uma loja que nos pudesse resolver a questão do telemóvel e enfim, dois dias depois puder ligar para casa.

Continue Reading

Turquia, Uncategorized

Istambul numa tarde

Andando a Turquia nas bocas do mundo, não queríamos deixar passar a oportunidade de relatar um pouco daquilo que foi a nossa rápida, mas intensa passagem neste grandioso país, mais propriamente por Istambul.

Visitámos Istambul de passagem, pois o nosso destino final seria o Irão . Serviu sobretudo para nos “aguçar” o apetite (literalmente também). Ficámos “cheios de fome” para visitar a Turquia um dia com mais tempo.

Aterrámos em Istambul-Ataturk airport a meio da manhã e seguiríamos para o Irão no dia seguinte ao fim tarde, conclusão: Tínhamos uma tarde para dar uma volta por Istambul. E foi o que fizemos.

Foi muito fácil, apanhámos o metro à saída do aeroporto que nos leva ao centro histórico ou seja Sultanahmet, depois era só uma pequena caminhada até ao nosso alojamento.

Pode ver como ir aqui:

www.travelwithpedro.com/pt/como-ir-do-aeroporto-de-istambul-ao-centro/

Continue Reading

Irão, Uncategorized

Curdistão Iraniano: Sanandaj

Estamos a caminho do Curdistão Iraniano. A paisagem mostra-nos suaves montanhas despidas de árvores.

A viagem irá ser longa. Perto de 600km separam Tabriz de Sanandaj, o autocarro segue devagar (nos parâmetros iranianos) devido às muitas curvas.

Fazemos a primeira paragem após 3 horas de viagem, devemos ter tempo para comer qualquer coisa. Sim, devemos, ninguém fala inglês por aqui apesar do esforço que fazem para nos entender.

Lá percebemos que é para almoçar, notamos que já entrámos na região Curda pois vemos muitos homens já com as suas vestes tradicionais e as roupas femininas um pouco mais coloridas no geral.

Dança e vestes típicas curdas

Continue Reading