Albânia

Albânia-Berat e um pouquinho de Tirana

É sempre assim. Em viagem quando temos tempo limitado e estamos dependentes de transportes há que fazer opções.

Foi o que fiz na Albânia ao querer chegar a Sarajevo na Bósnia-Herzegovina com o tempo necessário para poder usufruir da cidade. Como tal, decidi durante os dias que reservei para a Albânia “cortar” 1 ou 2 noites que tinha idealizado para Tirana, a sua vibrante capital. Continue Reading

Albânia

Albânia- Cidade de Shkoder

Meus caros, durante a minha pré-pesquisa à região dos Balcãs, fiquei com a percepção de que os pontos altos da viagem, ou, recorrendo a um estrangeirismo os “highlights“, seriam: Sarajevo na Bósnia-Herzegovina Albânia no seu todo. Agora, e depois de algum tempo após a viagem as dúvidas (se é que exisitiam) dissiparam-se completamente.

Continue Reading

Bósnia-Herzegovina

Mostar, entrada a fundo na Bósnia-Herzegovina

Stari Most

Meus caros leitores, compreendo que poderão achar estranho, mas visitar a Bósnia-Herzegovina foi sempre um dos meus maiores desejos, e prioridades. Mais até do que caminhar até ao Machu Pichu, percorrer a própria muralha da China, sentir-me pequenino junto às pirâmides de Gizé ou “mochilar” pelo Sudeste asiático. Continue Reading

Omã

Montanhas de Omã

Para quem já pesquisou algo sobre Omã certamente já reparou que este país foi abençoado no que diz respeito às suas montanhas.

Impressionam mesmo. Para mim que sou leigo na matéria a nível geológico, diria que me impressionam devido ao seu formato e grandiosidade e ao tipo de rocha que as compõem. São mesmo diferentes de tudo o que tinha visto.

Sem querer entrar sequer no mundo da geologia, fiz uma pequena pesquisa e partilho convosco porque me pareceu muito interessante e de boas fontes: “… São uma das formações geológicas mais bem preservadas no planeta de material “Samail ophiolite” que normalmente é formado no fundo do mar . No entanto, a maior característica geológica é nos dada pelo “Moho”, a superfície limítrofe entre a crosta terrestre e o manto da Terra, o qual está escondido entre 35 a 70km abaixo das plataformas continentais e só pode assim ser contemplado à superfície em Omã.”  In: www.oman-tours.com

Fascinante, não ?

A cordilheira “Al-Hajar” é maior cadeia montanhosa no leste da península arábica  e separa a planície litoral de Omã do seu planalto desértico. “Al-Hajar” significa mesmo “montanhas de pedra”, e é isso que são.

Aldeia de Misfat Al Abreyeen Continue Reading

Omã

FORTE BAHLA Património Unesco/CASTELO JABREEN-Omã

Decididamente Nizwa foi a melhor escolha para servir de base de visita ao Forte de Bahla e ao castelo de Jabreen.

Do primeiro distam cerca de 45km e do segundo acrescentem mais 8 na mesma direcção. Como tinha carro alugado optei por visitá-los em dias diferentes. Se estiverem com um passo mais apressado, uma manhã é suficiente para ver estes lindos monumentos de Omã. Continue Reading

Omã

NIZWA-Omã, e o seu “Mercado das Cabras”

Cheguei a Nizwa de autocarro vindo de Sur com uma paragem rápida em Muscat. 

Devido à maior proximidade entre as várias atracções que pretendia visitar na região, tinha decidido estabelecer esta antiga cidade omanita como”base”, e por conseguinte seria aqui onde passaria mais dias consecutivos na minha aventura em Omã

Continue Reading

Omã

OMÃ-SUR, rendi-me ao primeiro olhar.

Depois da emocionante e cénica viagem de barco tradicional pela Península de Musandam e da chegada épica ao pôr do sol ao porto de Mutrah em Muscat, só pensava:”Será que Omã ainda me irá surpreender?” Pois a resposta está muito clara neste post.

Nas minhas pré-pesquisas de viagem tinha já ficado desconfiado de que iria gostar desta cidade. De facto não gostei, fiquei decididamente “apanhado” . Sei que sou algo fácil no que diz respeito a amor em viagens, tendo a ver tudo o que é positivo, porquê ? Talvez porque viajar é uma paixão . Aqui, foi amor à primeira vista.

Ao chegar, ainda dentro do autocarro avistei ao longe uma cidade em que o branco domina contrastando com o azul do mar e a cor térrea do deserto ao redor. Um cromatismo de cores absolutamente cativante. Como não ficar rendido a isto ?

Sur-Omã

Além disso, quem me acompanha já sabe que não sou perdido de amores por cidades muito grandes, e Sur não o é. Continue Reading

Omã

Omã-Musandam, a “Noruega das Arábias”

Após um dia passado na bela Muscat abdiquei de dormir num hotel e lá fui eu para o Aeroporto. Não, não iria regressar. O meu próximo destino em Omã fica separado fisicamente do resto do Sultanato, faz fronteira unicamente com os Emirados Árabes Unidos e “aponta” directamente para o Golfo Pérsico e Estreito de Ormuz, uma das vias marítimas mais movimentadas do mundo.

Continue Reading

Omã

OMÃ-Muscat, a capital das 3 cidades

Cheguei ao Aeroporto Internacional de Muscat bem cedo. Tudo correu como previsto com o meu vôo British Airways que teve escala em Londres e me trouxe até à capital do Sultanato de Omã, tocando em solo Omanita por volta das 7 da manhã.

Tendo chegado dentro do horário, o meu único plano à chegada era o de ir directamente do Aeroporto até à Grande Mesquita Sultão Qaboos.  E cumpri! Fui assim directo à zona dos táxis, que é muito fácil de encontrar, é só seguir a indicação da saída. Também há autocarros mas como ainda não tinha a certeza de como fazer optei logo por ir de táxi.

Agora sei que para apanhar os autocarros urbanos, da empresa estatal Mwasalat é bastante fácil também, e bem mais barato! Mais abaixo explico como. Continue Reading