Omã

As 7 coisas que mais gostei em Omã

Depois de ter feito uma listinha de “coisas que mais gostei” do Irão  achei útil e decidi fazer uma também da minha aventura no Sultanato de Omã. Apesar de poder colocar “lugares” prefiro destacar outros aspectos em particular da sociedade  e do dia a dia.

Então aqui estão para vocês as 7 “coisas” que mais me encheram as medidas no Sultanato de Omã:

1º SUMOS

Nem foi preciso pensar muito. Há para todos os gostos, cores, sabores e feitios. Absolutamente deliciosos e baratos ! Por uns meros 300, 400 Baizas equivalente a 0,70€ pode beber um sumo de fruta batida bem docinho, fresquinho e com sorte ainda lhe calha uma bola de gelado como topping.

 

2º COMIDA

Surpreendentemente a comida em Omã é bem barata. Por 2/3€ pode comer à grande (não à francesa). Mas não é só o seu custo que me faz nomea-la no TOP. A comida em geral é de muito boa qualidade, na sua maioria com influência da Índia, Paquistão, Irão e até Bangladesh o que lhe confere uma diversidade bem interessante.

 

3ª O MAR

 

É verdade que sou um indivíduo mais de terra e de montanha, confesso. Mas depois de navegar pelas águas do mar arábico e índico com uma saltada ao golfo pérsico a coisa mudou um pouco de cenário. Vejamos. Mar é mar, mas em Omã  é acompanhado de uma ligação forte e até de carinho das suas gentes por esse gigante ocenao. Justifica-se. Num país que é maioritaramente deserto, montanha rochosa, e muito calor, o povo encontra o seu refúgio nas calmas e não muito frias águas do Índico. Mesmo que seja com um mero passeio na praia.

 

4ºMONTANHAS

Poucas palavras para as descrever; imensas, rochosas e por vezes até assustadoras com as suas escarpas sem vegetação. Só estando lá se percebe a dimensão da “coisa”. Geologicamente muito interessantes pela sua formação.  As montanhas de Omã são um dos pontos altos sem dúvida !

 

5ºCASTELOS E FORTES

Estão espalhados por todo o lado e por vezes dá a ideia que não estão a guardar nada, mas estão, ou estavam. Omã foi até há bem pouco tempo um país retalhado em regime tribal. Havia que conservar e guardar as suas terras de tribos vizinhas. Além do próprio valor histórico que cada um contém, deles podemos avistar extensos oásis palmeirais rodeados das tais impressionantes montanhas. O de Bahla é um bom exemplo disso mesmo.

 

6º ESPAÇO

Espaço ? Mas que estranho. Não. Não é estranho, em Omã senti muito espaço. Até nos transportes públicos que são poucos e os poucos que há não vão cheios. Em Omã há espaço para tudo ! Em comprimento, em largura em profundidade. Menos em altura que o sultão não deixa construir  edifícios na vertical como os seus vizinhos Emirados.

Há pouca gente em todo o lado, excepto se for em algum evento, como o Mercado de Nizwa à Sexta. Fora isso fiquei com a ideia de que tinha tudo só para mim! Os monumentos, as praias, as montanhas,  as cidades, e até os wadi’s que hão de merecer lugar destaque por estas bandas. Não é fabuloso isso ?

 

7ºSUR

Menti-vos. Peço desculpa. Também elegi um lugar no meu TOP, e chama-se SUR. Quem pode não gostar desta cidade à beira mar plantada ? Nem grande nem pequena. Com um mar azul que nos prende o olhar.  Rodeada de montanhas desérticas palmilhadas por pequenos oásis.

Bem perto podemos avistar tartarugas a desovar nas suas praias e até fazer mergulho e ver pequenos corais, onde há mar há peixe portanto aqui pesca-se e come-se peixe fresquinho, as gentes são do mais hospitaleiro que pode haver e ainda por cima estamos a escassos quilómetros do maior deserto do mundo que beija o oceano índico. O pôr do sol aqui é…bom, vão té lá e digam-me depois.

Avisem-me se forem viver para lá, eu faço-vos companhia!

 

 

16 Comments

  • Reply

    Itamar Japa

    4 Novembro, 2017

    Demais! Tá aí um destino que ainda parece ser desconhecido (pelo menos aqui no Brasil) e a gente não tem muita informação. Tenho visto as postagens e estou amando tudo! Espero ter a oportunidade de conhecer o Omã um dia. 🙂

    • Reply

      projecto100rota

      6 Novembro, 2017

      Ainda é desconhecido por muita gente sim, até aqui na europa, por isso também é uma preciosidade!

  • Reply

    Joice

    4 Novembro, 2017

    Adorei tua postagem! Confesso que Omã era um destino que nunca tinha lido sobre. Obrigada por compartilhar informações da tua viagem, isso certamente vai estimular os viajantes a desbravar mais esse destino.

    • Reply

      projecto100rota

      6 Novembro, 2017

      Obrigado Joice, boas viagens !

  • Reply

    rui batista

    5 Novembro, 2017

    Este artigo vai dar-me MUITO jeito em 2018 😀 Estás a dar ‘ouro’ ao bandido, companheiro!! 😀 Muitos parabéns por (mais um) belo artigo!

    • Reply

      projecto100rota

      6 Novembro, 2017

      hahah eu sou assim, obrigado Rui, tudo o que precisares saber estás à vontade. Abraço

  • Reply

    Patricia Camara

    6 Novembro, 2017

    Francisco confesso que depois de uma viagem pelo EAU fiquei sem vontade de ir para essas bandas. Mas sem dúvida que me tens mostrado que o Omã é bem diferente do que eu imaginava e bem diferente dos seus vizinhos! Obrigado por adicionares mais um destino à minha imensa lista de ”must do”. 🙂

    • Reply

      projecto100rota

      6 Novembro, 2017

      Pois é mesmo isso Patrícia, Omã é bem diferente dos vizinhos. E olha que tem por lá umas boas estradas para vocês ! Abraços !

  • Reply

    Juliana Moreti

    6 Novembro, 2017

    Nao sei se curtiria sumos com gelado, mas cores e sabores me encantam (ainda mais por menos de 1€).
    Comida barata também. Voltei do Chile e a média de prato simples, comida caseira feita em panelao era equivalente a 10€

    E por tuas fotos e comentàrios, o SUR também me encantou

  • Reply

    Dayana

    6 Novembro, 2017

    UAU! De tantas coisas favoritas, favoritei seu post aqui! Amei tudo o que você listou. Da comida a esse mar e montanhas incríveis!

  • Reply

    Keul Fortes

    6 Novembro, 2017

    Nunca pensei em visitar essa região. Mas adorei saber mais sobre ela por aqui! A comida parece ser bem interessante. As fotos mostram paisagens lindas! Parabéns pelo post!

  • Reply

    Lid Costa

    7 Novembro, 2017

    Acho que quando eu for visitar o Omã serei levada pelos motivos 3 (o mar), 4 (as montanhas) e 7 (Sur). Gosto bastante de natureza e no país parece que ela é bem linda e excêntrica.

  • Reply

    Renata Rocha Inforzato

    7 Novembro, 2017

    Omã é um país tão fora dos destinos turísticos badalados que é muito legal quando alguém publica sobre o local. Eu fiquei babando nessa comida e no sumo, e as paisagens são lindas

  • Reply

    Contramapa

    7 Novembro, 2017

    Será que um dia destes o Omã vai entrar para a minha lista de viagens? Acho que ainda está um pouco longe, mas pelo menos agora deste-me 7 boas razões.

  • Reply

    Pedro Henriques

    8 Novembro, 2017

    Ora aí está um destino que eu gostava de visitar! Sei que o Omã tem fortalezas construídas pelos portugueses e uma imensidão de montanhas para explorar. Não conhecia este ultimo destini: Sur, muito pitoresco pelas fotos. Diz-me, o Omã é um país bom para levar o meu filho (tem quase 2 anos)? Abraço!

    • Reply

      projecto100rota

      12 Novembro, 2017

      Olá Pedro. Fora da época de muito calor É O país ideal para levares o teu filho heheh Muito tranquilo, mesmo, algumas pessoas até acham demasiado, isto porque não há multidões em lado nenhum. A propósito o meu também tem quase 2 anos, há de fazê los em Dezembro e o teu ? Grande abraço

Deixe uma resposta